Páginas

domingo, 5 de dezembro de 2010

Frotteurismo

Nossa fico pensando tem cada nome para as coisas que já conhecemos,o frotteurismo vem do frânces,frotter que significa friccionar,também conhecido como frottage,consiste em um comportamento onde a pessoa, tem a necessidade de tocar ou se esfregar em outra pessoa,sem o seu consentimento.
Para realizar essa prática,a pessoa procura locais movimentados,como ônibus,metrôs,trens,cinemas ou eventos ao ar livre onde tem grande concentração de pessoas.Elas procuram lugar movimentados,para ninguém culpa-los,se esfregam como se fosse pelo fato de o ambiente estar cheio,e caso alguém alarmar,tem com o eles fugirem.
É engraçado mas existe esse tipo de pessoa aos monte,não sei qual é a graça em se esfregar nas pessoas,eu lembro bem quando era adolescente,pegava ônibus pra ir para escola,e vinha uns loucos e se esfregava no meu ombro(eu sentada),o cara ficava de pau duro mesmo,e tentava se se esfregar com a maior cara de pau,eu caía sobre a pessoa que estava do meu lado,e o individuo vinha também,tinha vontade de bater,e era cara mais velho,as vezes tinha uns velhos também,eles riam como se estivesse adorando a situação em que eu me encontrava,que nojo...Mas é isso que excita o cara,a mulher não querer,agora fiquei pensando e se a mulher aceitasse?Será que o cara iria continuar?É melhor não pagar pra vê ,vai que ele goste?hahaha
Estou brincando,é dose passar por uma situação dessas,na maioria das vezes são caras sujos e nojentos,fora os que ficam cutucando atrás de você,com seu bendito cujo,é bom fazer sabe o que?Dar uma cotovelada do estômago do cara,ou se tiver de salto esmaga o o pé dele,pelo menos vai se livrar do chato.
Por isso o frotteurismo é considerado uma parafilia,principalmente quando o foco de excitação tem como essa prática,a única obtenção de prazer.Até hoje ouvimos as mulheres falar que odeiam ônibus ou metrô cheio...

9 comentários:

TILIDA disse...

Que praga esses gajos...Falo no masculino porque creio serem a maioria...
Não conhecia o nome mas sabia que era algo patológico...
Beijoca*

aldrey disse...

Pois tem nome kkk
bjs

Luis Nantes® disse...

Puxa!! Sabe que essa imagem fez me lembrar da época que morava em Sampa?! Era um "saco" enfrentar aquele rala rala todos os dias, e sem a devida permissão...
Muito bom ter levantado isso, viu? Parabéns!!
Beijos minha linda

menina fê disse...

O D E I O I S S O!!!!!!!!!!!!!

Afrodite disse...

Odeio isso tb!
E já tirei um velho desse do ônibus debaixo de vaia,acredita?
hahahaha
Beijo!

Aмbзr Ѽ disse...

se acontecer comigo eu encaro na mesma hora e saio de perto, o sujeito se toca logo. nao rola mesmo.

Janaína Pupo disse...

Nossa, essa eu não conhecia. Aprendi um pouco mais com você hoje.
Beijos minha querida.

^^Lena Lopez^^ disse...

Oi Audreuy!
Isso é a famosa encoxada de transporte coletivo!
Bem, isso é realmente uma doença, quando há uma necessidade inadiável e a vontade é intransferivel quando há a oportunidade. As vezes surgem esporádicamente situações e desejos que vc não segura e isso não é necessáriamente uma parafilia. Temos que separar a fantasia do impulso psicótico, não é?
Por falar nisso, eu mesma já tive as minhas vezes de encoxadora barata! kkkkkkkkk
BJOS
Lena

aldrey disse...

Hahahahah ,gostei Lena!!bjs gente