Páginas

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

A história do HENTAI

Hentai é uma palavra japonesa,no oriente a palavra significa metamorfose,pornografia ou perversão sexual,nunca é usado para  referir a atividade sexual normal,e nem qualquer entretenimento de sexo explícito(vale lembrar que a palavra tem impacto diferente,se uma japonesa,chama um amigo de hentai,é equivalente a tarado,ou pervertido,sem uma conotação suja e doentia).Esse povo...Mas os desenhos acho muito lindo e criativo.
História


Acredita-se que o hentai seja inspirado em formas de arte erótica que já existem no Japão desde o Período Edo, que ocorreu de 1600 a 1867. Naquela época, eram comuns gravuras tradicionais, conhecidas como ukiyo-e, que versavam todos os temas, inclusive o sexo e a nudez. Estas eram conhecidas como shunga, e utilizadas como manual para instruir recém-casados ao sexo, ou como objeto para auxiliar a masturbação. Muitas vezes, coleções de shunga eram dadas como presente de casamento para serem usadas na lua-de-mel.

Com a Restauração Meiji, foi introduzida no Japão a cultura ocidental, que tinha na época grandes barreiras morais à nudez em público. Com isso, o shunga entrou em decadência, mas a pornografia continuou a existir de forma mais escondida.

O surgimento do hentai moderno começou após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando permitiu-se novamente a publicação de material pornográfico. Entretanto, até 1991 era proibida no Japão a divulgação de material com pêlos púbicos, obrigando os artistas a não desenhá-los. Mesmo hoje em dia, a ausência de pêlos é uma característica própria do hentai, mas há muitas obras em que os pelos são desenhados pois não são mais proibidos.
Em 1983, a Nintendo lançou os primeiros pornográficos para computador no Japão. Esses jogos empregavam hentai, e não mulheres de verdade, para contornar as limitações gráficas dos computadores da época. O mercado de jogos hentai, a partir daí, alcançou um tamanho razoável em países do extremo oriente e publicou alguns títulos de pouca expressão no ocidente.


No final da década de 80, o hentai ganhou um novo impulso com a popularização do doujin, ou mangás amadores. Estima-se que metade do mercado seja composto por pornografia, embora seja difícil calcular pois muitos desses trabalhos são divulgados pela internet.

A maioria dos hentais compartilha algumas características em comum. O estilo de desenho pode ter variações como nos mangás não-pornográficos, mas é quase universal que os pêlos pubianos não são desenhados, o que acaba dando uma aparência mais jovem às personagens. Geralmente, dá-se preferência a personagens jovens. Também é comum que se retratem fetiches típicos dos japoneses, como o bukkake (ejaculação no rosto e corpo por vários homens) e mulheres com partes do corpo de animais, geralmente gatos, conhecidas como nekomimi.

Mesmo trabalhos não-pornográficos de anime e mangá retratam situações adultas e nudez leve, mesmo em obras voltadas ao público infantil (como em Sailor Moon). O hentai pode ser dividido em vários gêneros, de acordo com a temática das relações exploradas na obra. Muitos fãs têm o seu gênero favorito, e alguns tipos de hentai podem ser considerados mais pervertidos do que outros.

Tipos de HENTAI
 Kemono (Animais, no ocidente também conhecido como Yiff ou Furry)
* Futanari (Hermafroditas)
* Loli-con (Meninas jovens)
* Shota-con (Meninos jovens)
* Yaoi (Gays)
* Yuri (Lésbicas)
* Guro (grotesco, pode envolver violência e scat)
E o mais incrível,é que os desenhos são perfeitos e lindos,transmite toda uma sensualidade, do personagem...Eu ADORO  Mangá.
 Fonte

15 comentários:

Reticências disse...

Taí uma coisa que eu não sabia que gostava!!! Um tesão as imagens, e você matou minha curiosidade, não sabia sobre absolutamente nada disso!

Adorei querida!!!

Bjos

Dorei Fobofílica disse...

Olá,, Aldrey!

Estou passndo para te desejar Boas Festas e Feliz 2011!

Beijos!

;¬)

Luis Nantes® disse...

Uhauu!! Que delícinha de postagem, viu? Sabe que lendo essas informações e vendo as imagens picantes, fez subir a temperatura aqui... Adorei!!!
beijos minha rainha...

*Mi§§ §impatia* disse...

Eu sempre aprendendo coisas aqui com vc.......adoro rss
Beijos linda.

A.S. disse...

Aldrey...

O mundo da sexualidade não tem limites nem fronteiras! É um mundo fascinante, onde se desfrutam os prazeres mais insanos, as fantasias mais deliciosas, onde a liberdade é plena!!!
Amei o teu texto!!!


Beijos...
AL

Dorei Fobofílica disse...

Aldrey;

Peguei teu banner. Obrigada pelo presentinho!

Beijos.

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauuu!!!achei as imagens fantásticas...linda postagem...amei...!!bjus doces!!!

Afrodite disse...

Adorei as imagens tb,amiga!!!
Show!!!
Beijo!

Cadinho RoCo disse...

Interessante demais saber de modos e hábitos de outras culturas.
Cadinho RoCo

Cadinho RoCo disse...

Interessante demais saber de modos e hábitos de outras culturas.
Cadinho RoCo

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Adorei o post! Já havia lido algo a respeito, mas seu texto explica, de uma maneira mais suscinta, o que eu ainda tinha curiosidade de saber. São realmente excitantes esses desenhos, não?
Beijos pra vc, linda!!!

Pink disse...

Querida, não sei se gosta, mas tem um desafio para vc lá em meu blog.

Beijos

Patife disse...

Maravilha. O Patife adora isto. ;)

Rolando disse...

Oi moça. Estive por aqui. Muito legal. Gostei da explicação. Apareça por lá. Abraços.

Leka Gothic disse...

Já conhecia esse tipo de mangá e anime!
Eles são muito criativos, e mexem grandemente com o imaginário!

Excelente post...sou suspeita de falar, pois adoro tudo que é relacionado a cultura oriental!

bjuuus!