Páginas

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Opor-se ao casamento entre homossexuais


É uma grande polêmica esse tipo de assunto,mas eu como sou católica,fiquei pensando sobre o assunto,quando me deparei com uma reportagem.O site diz na verdade, que não aceitar o casamento gay ou mesmo a união,não é considerada discriminação!!Mas como assim?Quem é conhecedor da Bíblia ,sabe muito bem,que fala na união de 2 pessoas sendo homem e mulher,mas fala também em casar  para procriar.Naquela época,tinha que aumentar a quantidade de pessoas na terra,não tinha contraceptivos,famílias tinham até 15 filhos.Nunca foi escrito que estaria certo o casamento entre 2 pessoas do mesmo sexo,eu entendo até porque não tem como procriar.
Homem e mulher foram feitos pra se amar e constituir uma família(bem grande por sinal),realmente não se fala em homossexualismo.
Mas também ao passar doa anos fomos evoluindo,aparecendo o contraceptivo,pelo fato de não ter mais como as pessoas  colocar um monte de filhos e não conseguir criar,a maioria da população vive com um salário mínimo,aliás sobrevivem!
Mas penso que pecado seria matar,roubar,maltratar as pessoas ,principalmente crianças e não posso esquecer  também dos animais.Isso é PECADO!Então ninguém poderia fazer sexo,só por prazer,seria um pecado!!Sentir vontade dar umazinha,só pra procriar  ahahaha.

O líder da Igreja Presbiteriana da Austrália disse que os cristãos não estão sendo discriminatórios por querer preservar a definição tradicional do casamento quando o país se prepara para sugerir a legalização do casamento homossexual.

“Estamos continuamente nos dizendo que a legalização do casamento homossexual iria acabar com a discriminação percebida contra casais do mesmo sexo que não estão atualmente em condições de se casar por causa da lei”, disse o reverendo David Jones, conforme relatado pela Sun Herald .

“Mas, pelo menos do ponto de vista da igreja, a oposição à legalização não tem nada a ver com discriminação”, continuou ele. “Pura e simplesmente, os cristãos se opõem ao casamento gay porque a Bíblia, a palavra do Deus que criou o casamento masculino e feminino e também criou, de forma clara e distintamente diz que o casamento é entre um homem e uma mulher — o que significa que não entre dois homens ou duas mulheres.”



Então todo aquele cristão que não estiver a vontade com o casamento de gays,pode se manisfestar?Pois não é discriminação?Porque segue o que diz a Bíblia,ela é o caminho!Sou católica e não consigo entender,sabe sou mãe, e se nossos filhos um dia chegar e nos dizer"Sou gay"você não vai deixar de ama-lo,digo  que só age assim pais de verdade,que aceitam a condição de seus filhos.
Tenho uma amiga,que está quase se separando,porque está do lado do seu filho,ele disse ser gay aos 15 anos,e tem um pai machista,que na frente de todos aceita,mas na verdade não quer aceitar,pensa que as cosias podem ser mudadas...É bem complicado esse tipo de assunto,perante a igreja temos que nascer ,e se relacionar com o sexo oposto...E você concorda com a união de gays??
Fonte http://www.fpp-pv.com.br/noticia.php?noticia=121

5 comentários:

Helena Lopez disse...

Bem amiga, a questão é delicada.
Mas há que se fazer reserva, quando se discute o casamento homossexual, como algo novo, o mesmo era altamente aconselhado entre os povos antigos e a sua proibição somente veio com o advento da Igreja.
Minha opinião é que, nem tanto é preconceito, mas um costume centenário a aceitação somente do casamento hetero, mas as opiniões contrárias ao casamento homo, não podem ser veementes e nem as opiniões a favor podem possuir manifesto de goela abaixo.
BJOS
Lena

Love and Sex afternoons disse...

Aceita que nós levemos o teu baner e tu leves o nosso?
Beijos :)

Love and Sex afternoons disse...

Obrigado, nós também levamos o teu :)

Casa de Anita disse...

Há uma discussão do lado religioso e outro civil.
Do ponto religioso o casamento deve se dar entre pessoas de sexos diferentes e o sexo com a função de procriação e não prazer carnal simplesmente.
No lado civil temos uma sociedade que evolui em ideias e posicionamentos, que reivindica direitos iguais e o sexo por prazer.
Penso que tudo na vida deva ser feito com prazer, primeiro com amor e depois com prazer. Pensar limitado que o casamento deva acontecer apenas com pessoas de sexo diferente acaba por levar e abrir margem a discriminação, ao preconceito que acabará culminando em nossos lares e muitas vezes se refletindo em situações familiares que possamos ter.
Esse assunto deve ser tratado com maturidade e responsabilidade, avaliando não apenas a superficialidade da cena casamento mas da base que um casamento irá com certeza acarretar futuramente.

Beijos suculentos,
Anita

Ayesk@ disse...

Infelizmente discriminação, preconceito e somados a violência é um fato!!!

Aldrey, querida...

Adoro ler suas postagens sempre nos levando a refletir e pensar.
As pessoas, tinham que ter um pouco mais de amor e paz, no coração e ao próximo!

bjs doces carinhosos e uma mega semana!