Páginas

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

POEMA...


Carnal maçã, mulher cheia, queimando lua, 
cheiro de alga escura, esmague de lama e luz, 
o que é conhecimento secreto apertou entre seus pilares? 
O primal noite toca o homem com seus sentidos? 
Ay, Amor é uma viagem através das águas e as estrelas , 
por meio sufocante ar, tempestades afiada de grãos: 
O amor é uma guerra de raios, 
. e dois corpos arruinados por uma doçura única 
beijo por beijo Eu cobrir seu infinito minúsculos, 
suas margens, seus rios, suas aldeias diminutivo, 
e um fogo genital, transformado por prazer, 
desliza através dos canais estreitos de sangue 
para precipitar um cravo noturno, 
a ser, e ser nada além de luz no escuro. "

 - Pablo Neruda
fonte http://pavorst.tumblr.com/post/10799612578/carnal-apple-woman-filled-burning-moon-dark

6 comentários:

Mar... disse...

Nossa...lindo de viver...perfeito para um dia cinzento de feriado...
Corpos suados rolando na cama...no chão....
Delícia...o amor é o combustível da vida...

Boa noite minha linda...desculpe a ausência...correria do trabalho...mas não esqueço dos amigos que amo...

bjs...

'Lara Mello disse...

Adoro o Paulo :)

Conde Vlad disse...

Noooooooossa, como estamos poéticas hoje. rsrs...

Beijão Gata.
Conde.

disse...

adoro passar por aqui...e adoro Neruda...rs

Darukian, O Ceifador de Orgasmos disse...

Gostei/Gozei. Ou seja, quando virem uma tempestade por aí, já sabem de que os deuses estão brincando.

Ari disse...

Um olhar
Um sorriso
Um tocar
Um suave roçar nos lábios
Corpos se aproximam
Braços enlaçam
Calor dos corpos se misturam
Lábios se comprimem
Corpos se fundem
Respiração ofegante
Bocas se consomem
Bocas procuram pele
Mãos insaciáveis buscam
Trocam posições
Mãos, pés, nádegas, coxas, seio, peito
Bocas mapeam, procuram prazer
Sul e Norte se encontram
Odor do prazer
Busca sem fim do prazer
Penetração
Ritmo
União, pensamento, emoção
Corpos, prazer, desejo
Consumação, gozo ...