Páginas

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Dicas para Mulheres que nunca GOZARAM!!

Ainda existe um fantasminha em volta deste assunto,muitas mulheres se negam a falar,se sentem diferentes das outras,tem vergonha de seus parceiros,e acabam se fechando pra esse assunto tão importante.Então achei na net um  post muito legal e resolvi compartilhar com vocês!!



Essa questão é bastante comum entre uma boa quantidade de mulheres  – e uma infinidade de revistas e profissionais da área de sexologia já abordou o assunto. O grande problema é que a falta de orgasmo normalmente é relacionada ao “não relaxamento” da “vítima” e as dicas se resumem a “tente descobrir o que limita sua mente, procure um profissional para aconselhá-la e pronto”. OK, isso faz parte do processo, mas há outras etapas a seguir antes de se desesperar.
Primeiro, é preciso sair do campo vago da pergunta, pois o “nunca gozei” pode ter muitas vertentes:
1. “Nunca gozei durante o sexo com outra pessoa.”
2. “Nunca gozei, mesmo me masturbando.”
3. “Nunca gozei. Mas também nunca me masturbei e não sei do que gosto.”

Vou começar pela ordem, abordando a primeira opção mesmo, que geralmente é a que mais assola a cabeça das mulheres. A maioria faz sexo com o outro sem conhecer o próprio corpo ou não tem coragem de chegar para o parceiro e dizer  (ou mostrar): “Olha, eu gosto assim!” Mas não adianta dizer “eu gosto assim” se nem mesmo você sabe do que gosta.
Primeira dica importante a você, mulher que não goza: masturbe-se. Jogo é jogo, treino é treino, mas para jogar bem, só treinando. Não tem outro jeito de saber se você tem algum distúrbio sexual se você não tiver coragem de se tocar para perceber onde prefere ser acariciada. Conheço muitas mulheres que nunca se masturbaram. Muitas mesmo! Outra coisa: se vai se masturbar, solte a imaginação. Pense em absolutamente tudo para descobrir que estilo de sexo te agrada. E não tenha medo de pensar coisas absolutamente bizarras se achar que isso te excita. Anões bezuntados em óleo e vestidos de coelhinho? Vá em frente! Brincadeiras à parte, isso não te torna anormal ou portadora de um distúrbio sexual. A coisa mais fantástica da imaginação é o poder de nos levar aonde desejarmos. E o melhor: ninguém precisa saber disso.
Dica número dois: toque em todas partes. Seios, clitórios, atrás das orelhas, solas dos pés, queixo… Não importa a parte do corpo. São tantas terminações nervosas que você pode se surpreender com as partes que dão prazer. Varie também a intensidade do toque. Roce as mãos bem de levinho, aperte, massageie, belisque… Tente de tudo. E abuse de apetrechos do dia a dia: esfregue a pélvis no travesseiro, use o chuveirinho do banheiro, uma toalha quentinha entre as pernas… Se não for para machucar, vale tudo (se for tentar penetração, use os dedos ou vibradores. Esqueça legumes, garrafas, canetas ou qualquer coisa que possa machucar).
Dica número três: tente descobrir o quê, afinal, te impede de relaxar na hora do sexo. É o parceiro machista? Vergonha do corpo? Temor religioso, social, cultural…? Medo de expor suas vontades? Essa é a hora de ir fundo nas histórias de sua vida, pensar no que te aflige. Escreva uma carta para si mesma, contando o que limita sua vida sexual, as histórias ligadas a isso que representam um freio. Ao relê-la, você pode se surpreender. E quando bater o medo de o que quer que seja, lembre-se de que o corpo é seu e que você não deve nada a ninguém. E não venha com essa de que se masturbar é errado, sujo ou algo assim, porque se você sente falta do orgasmo, ele não pode ser um malefício. Se gozar fosse errado, não seria feito para dar prazer. Ia ser mecânico, não traria sensações tão boas.
E última dica (e talvez a mais importante): relaxe! Escolha um ambiente que te ofereça tranquilidade, privacidade e… tire a cabeça do orgasmo. Vá por etapas. Comece descobrindo sensações boas. Veja o que te deixa arrepiada, o que te faz tremer, o que traz umidade íntima. Não se preocupe em gozar logo de cara. Sexo não é só orgasmo. Gozar é ótimo, mas a partir do momento em que você aprender a usufruir do processo inteiro (inclusive da parte psicológica do negócio), vai perceber que tem muito mais polpa nessa fruta.
Só vale a pena encucar com o “não gozo com meu parceiro” depois de aprender todos os caminhos para gozar sozinha. Aí vai ser hora de ser livre na cama com ele. Você nem sempre vai poder revelar todas as suas fantasias, mas vai poder guiar para ser tocada onde gosta. E vale também se masturbar com ele. Não goza com a penetração? Não se preocupe. Sua sensibilidade vaginal pode ser diferente. Sempre há outo caminho.
Se depois de tudo isso (e principalmente depois de muita masturbação), você não tiver um mísero orgasmo, aí sim, procure um médico. Uma boa checagem na dosagem hormonal é um começo. Se não tiver nada de fisicamente errado, aí pode partir para um terapeuta sexual.

fonte  http://naonaopara.virgula.uol.com.br/mulheres-que-nunca-gozaram-dicas-para-conseguir-chegar-la/

Permita-se ser feliz meninas!!Deixem suas neuras fora  de vocês,não é fácil ,mas tente ,não custa nada!!Você não considera sua felicidade um nada ,é?

5 comentários:

Von disse...

Este post é deveras interessante. Continuo a achar que, salvas raras excepções, como por exemplo, casos de doença, a mulher só não se vem únicamente por culpa do parceiro.
O sexo é um assunto muito sério e não pode ser feito de ânimo leve. É importante que o homem esteja consciente de que é preciso fazer gozar a mulher. Depois, na minha perspectiva, fazer vir uma mulher é a coisa mais maravilhosa que pode acontecer a vida de um homem, diria mais, é quase meio-orgasmo.

Loversbox disse...

Mais uma vez, uma excelente escolha de tema ;))
É que nem nos apercebemos mas de facto há por aí um monte de Mulheres que não sabem de verdade o que é ter um orgasmo!Penso que ao fim de um tempo devem acabar até por se desligar completamente do sexo! Espero que com as tuas dicas leves algumas Mulheres a descobrir o mundo do prazer!

Beijos Aldrey
loversbox

Hospicio da tia Luh -- By Pri disse...

coisa mas linda da priiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
passando pra deixa meu bjo
otimoooooooo fds!

'Lara Mello disse...

Adorei o post.. Graças a Deus não sofro disso! Rs

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauuu!!que belo post...eu graças a Deus nunca passei por isso...gozo e gozo muito...hehehehehe!!saudades deste seu mundinho...amiga desejo á vc.um feliz dia das MÃES...!!!bjus doces!!